Parece um sonho...

Como descrever o encontro mais esperado dos últimos dois anos?
Ainda tô boba com tudo que aconteceu ontem e é possível que ainda fique assim por mais uns dias...
Minhas mãos ainda estão tremendo, mesmo assim vou tentar descrever tudo aqui...


Ontem fui a Porto Alegre numa excursão para a Feira do Livro com o pessoal da faculdade...adivinha quem incomodou pra ir pra POA??? Sim, euzinha...já tinha segundas intenções. Só juntei o útil ao agradável (e muito agradável)! Do que o pessoal que faz Letras gosta? Livros! Então vamos todos pra maior feira do estado, onde? Porto Alegre, onde a Paula Valdez mora! rsrsrs

Como tenho uma teoria de que as melhores coisas só acontecem depois de muita dificuldade, desta vez não poderia ter sido diferente. O drama começou uma semana antes quando metade da minha turma, Bacharelado, desistiu da excursão porque o auxílio da universidade não sairia a tempo da viagem. Mas como ainda tinha a outra metade interessada em ir, eu não desisti, saí catando gente da licenciatura pra colocar no ônibus. Resultado: os departamentos da Licenciatura e Bacharelado em Letras (acho que se sensibilizaram) juntaram as verbas e pagaram o ônibus para que todos pudessem ir pra Feira (milagres acontecem, sim!).


Chegado o tão esperado dia viajamos (nem preciso dizer que não dormi de quinta pra sexta)! Ninguém pode dormir no ônibus, sabe como é excursão de alunos, né?! Pois é, chegamos em POA e fomos pra feira. Antes de começar a olhar os livros almocei com um amigo, o Edu, que há tempos conversava pela internet (detalhe: ele também adora a Paula). Como eu caminhei nessa tarde! Era calor, era pressão baixa, era chuva, era o sono batendo...mas sempre pensando na melhor parte.




Marquei de encontrar a Vanessa, amiga que há tempos também só conversava pela internet, no final da tarde...aquelas horas parece que não passavam nunca... Começou a chover, encontrei a Vanessa. Seria a chuva um sinal? rsrsrs...Fomos pegar a lotação e na hora de entrar meu telefone toca, minha avó! Eu não tinha dito pra ela que iria na TV justamente pra não preocupá-la pelo fato de eu estar andando por Porto Alegre longe de todo pessoal da excursão. Mas não contei o que tava fazendo, só disse que tava no centro (o que não era mentira).



Chegamos no morro, descemos na chuva, corremos até a TV. Quando chegamos na frente eu empaquei. A Vanessa pegou minha mão e me levou até lá dentro. Chegamos na recepção e vi o Adão, outro também só conversava pela internet. Ele me levou até o estúdio onde a Paula grava a previsão, mas ela não tava lá. Procuramos no camarim e ela também não tava... acabei conhecendo de quebra o estúdio do Teledomingo. A essa altura eu nem sentia mais minhas pernas. Ficamos esperando no estúdio, o Adão ficou na porta e eu fiquei lá dentro.


Quando  ouvi o barulho do salto no corredor, congelei e pensei "é ela". O Adão saiu na porta e gritou: "- Apura, que tem visita!", e a pessoa respondeu: "- Aí, ela tá aí?!" (nunca vou esquecer disso, toda vez que lembro começo a tremer como no momento). Nessa hora o coração disparou. A Paula entrou e me deu um longo abraço, tive que trancar o choro não consegui falar nada. Não encontrei palavras que possam descrever com fidelidade o momento, só quem já passou por isso sabe o que eu tô tentando expressar em palavras. Talvez isso até não possa ser lido mas apenas sentido.


Fiquei no estúdio enquanto ela gravou a previsão do tempo e o Carros e Motos. Tirei fotos, gravei vídeos...Assisti tudo quietinha, não falei nada, fiquei praticamente muda...o pouco que saiu ainda saiu meio gaguejado. Imagina uma pessoa tímida, mas muito tímida, que tem vergonha até de cumprimentar as pessoas na rua. Falar em público então, nem pensar. Imaginou? Agora dobra tudo isso, esta sou eu. Sou uma toupeira mesmo! Só tenho tamanho...tirando isso, foi perfeito! Na saída da TV até tirei uma foto lá na frente...rsrsrs.



A Paula é uma Queridona! É linda! É simpática! Poderia ficar aqui a elogiando até que se esgotassem todas as palavras... Eu só tenho que agradecer toda a atenção que ela dedicou em pleno horário de trabalho numa sexta-feira. Se antes eu já adorava a Paula Valdez, imagina agora que a conheci pessoalmente e vi que ela é tudo aquilo que eu imaginava e muito mais!



Quando saí da TV liguei pra minha avó, em Santa Maria, e contei tudo...já tava tudo sobre controle...rsrsrs...a sorte é que veio uma lotação em seguida, foi o quanto cheguei na Feira! Quase perco o ônibus pra voltar pra Santa Maria.


Valeu muito a pena toda a correria pra organizar a excursão, não ter dormido, todo o cansaço da viagem e da caminhada pela feira durante à tarde, o calor, a pressão baixa, a chuva...Agora, acho que todos entenderam o meu empenho pela excursão para a Feira do Livro. Tenho que agradecer à Vanessa e ao Adão que foram fundamentais para que este momento único, inesquecível, acontecesse...muito obrigada!!! Vou até na Romaria amanhã agradecer...rsrsrs.

1 comentários:

Caroline Conceição da Silva disse...

Oi querida!
Parabéns pela tua perseverança e empenho em realizar o teu sonho.
Fico feliz que tu tenhas conseguido.
Sei muito bem o que é ter um sonho e lutar para realizá-lo.
Continue sempre lutando por tudo que tu queres.
Nunce desista de nada nessa vida.
Te adoro linda!
Beijos!

Postar um comentário